Denuncia: Vereador Marquinhos mostra a verdadeira situação financeira de Palmeirândia

COMPARTILHE !!!

Vereador Marquinhos chegou a nossa equipe editorial para apresentar mais uma denuncia contra o prefeito de Palmeirândia, Jorge Garcia.

O vereador trás atona a verdadeira situação financeira do município, como os cofres públicos finalizaram 2019 e, como iniciaram o ano de 2020, desmentindo o prefeito e sua assessoria jurídica, sobre a possibilidade do hospital municipal de quebrar o município.

Fundo de Participação dos Municípios dezembro 2019:
Repasse-Dezembro

Palmeirândia finalizou o ano de 2019 com nada menos que R$ 1.596.078,22 do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), somado a outros R$ 786.786,55 da cessão onerosa do pré sal, totalizando um montante de R$ 2.382.864,77.

Com todo esse dinheiro em caixa fica a pergunta, como um hospital que não demanda tanta verba vai quebrar um município? Uma vez que a verba destinada à saúde nunca é aplicada na referida pasta.

Fica evidente que a administração nefasta, maldosa, criminosa e sem vergonha que esta no controle do executivo municipal é a principal causa da falência do município, com varias suspeitas de desvios de verbas, licitações suspeitas e super faturadas, e um conjunto de ação que levou a situação caótica vivenciada pelo povo dessa cidade.

Com uma equipe parecida com o prefeito, que já declarou ter sido aconselhado a fechar o único hospital da cidade, fica a indagação, até quando vamos morrer por falta de competência?

Na última quinta-feira (23), o Blog do Werbeth Saraiva trouxe denuncia mostrando uma coruja em um leito do hospital municipal Padre Bento Dominici, confira a matéria Palmeirândia: Coruja é encontrada em leito do Hospital Municipal Padre Bento Dominici

O vereador destacou que o dinheiro entrou e continua a entrar nas contas do município, mas que o prefeito não emprega o dinheiro na saúde de forma correta, ele com total autonomia e controle da verba do município, podendo direciona para onde bem entender tais recursos.

Deixamos aqui nossa mensagem

“Os entendedores entenderão, para onde vai essa verba!”

Comentários